banco, complexo, minha história

Um chiclete pro mendigo

chicrete chicrete

O mendigo teve as manha de falar que queria dinheiro era pro goró, mesmo. E eu, admirada de sua sinceridade, quase respondi também sincera “mas, mendigo, você deve ter mais dinheiro efetivo que eu, já que meu dinheiro neste momento é negativo, o que, se aprendi certo nas aulas de álgebra, era menos que nada”.

Mas aí vai que ele fica com pena, né? Dei um chiclete pra ele e cada um seguiu o seu caminho.

Advertisements
Standard

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s