banco, lamentos

Era uma conta muito engraçada

the house the house the house the house

Ontem me empolguei com paródias e compus (afe que conjugação horrorosa) essa canção, no meu caminho a pé para a pós (vou a pé pra tentar emagrecer etc.):

Era uma conta muito engraçada,
Não tinha grana, não tinha nada.
Ninguém podia usar ela não,
Porque na conta não tinha um tostão.
Ninguém podia fazer parcela,
Porque dinheiro não tinha nela.
Ninguém podia ir pra Paris,
Pagava multa, pagava LIS.
Mas era usada com muito esmero,
Na rua Augusta, remorso zero.
Mas era usada com muito esmero,
Na Oscar Freire, com muitos zeros.

Advertisements
Standard

One thought on “Era uma conta muito engraçada

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s